Home Artigos Eu aprendi a esperar depois de sofrer no amor

Eu aprendi a esperar depois de sofrer no amor

560
0

Durante um tempo da minha vida eu achava que sabia esperar por um relacionamento saudável e de verdade que vem de Deus. 

Sabia ficar sozinha, mas quando aparecia alguém interessante, não sabia fazer a escolha certa.

Acumulei feridas e decepções assim como a maioria que entrou em relacionamentos que não deram certo. 

Entrava e errava sempre pelo mesmo motivo, a carência.

A falta de maturidade emocional, estrutura, ausências, lacunas e vazios que só Deus poderia preencher.

Só que eu queria sempre fazer do meu jeito mesmo. Orava e pedia pra Deus abençoar.

Na verdade não estava disposta a ouvir um não de Deus seja da maneira que fosse.

Pagava pra ver acreditando nos meus sentimentos, quebrava princípios e me quebrava lá na frente.

Eu era mais fiel aos meus sentimentos e relacionamentos do que a Deus.

Saía sempre machucada, frustrada e desiludida.

Passei por relacionamentos abusivos e me perdi na minha identidade. 

Não sabia mais quem eu era e tudo que eu queria era ser feliz no amor.

Parecia simples pra todo mundo menos pra mim. 

Tive depressão e muita coisa pra organizar dentro de mim.

Até que um dia me cansei de sofrer nos relacionamentos e dei um basta.

Mergulhei em terapia e cursos de inteligência emocional pra aprender a lidar comigo.

Me conhecendo melhor, comecei a enxergar minhas limitações e a aprender como virar esse jogo.

Ser curada nas emoções, ativar a identidade e assim amadurecer pra não errar mais nos mesmos erros.

Foi um processo de anos que valeu a pena cada segundo.

EU APRENDI A ESPERAR ATRAVÉS DA DOR …

Aprendi a não entrar mais de cabeça num relacionamento por motivos errados.

Agora já não existia mais a lacuna da carência que me sabotava.

Aprendi a ser feliz e inteira sozinha pra saber decidir então quem poderia entrar ou não na minha vida a partir de agora.

Me senti amada de fato por Deus e não precisava mais aceitar relacionamentos disfuncionais.

Aprendi a me valorizar e não mais peder tempo com menos do que eu merecia.

Então não cometa os mesmos erros que cometi, se cuide e se guarde emocionalmente independente da idade que você tem e das histórias que já viveu ou nunca viveu.

Aprenda a ser feliz e inteiro sozinho e você saberá escolher a pessoa certa pra você!

Beijo e até a próxima 🙂

Pricila Feijó Coelho. 

Instagam: @pricila_feijó 

COMPARTILHE ESTE ARTIGO: