Home Artigos Eu quero acreditar de novo no amor

Eu quero acreditar de novo no amor

216
0

Eu achava que não precisava de ninguém. Depois de tantos tombos e feridas, fechei-me para esse tal do amor. Na verdade, eu não sabia que eu precisava, após tantas histórias e fracassos, de alguém que tivesse paciência comigo, que entendesse as minhas feridas e o bloqueio que acabei criando em meu coração. 

Alguém que visse os meus bloqueios como algo que pudesse ser destruído, que não entendesse as minhas grosserias e falta de romantismo como falta de sentimento, mas como medo. Medo de me machucar, de novo.

Eu só precisava de alguém que se preocupasse com os meus problemas, não a ponto de resolvê-los, mas que se importasse com a minha dor. Que, ao olhar para o meu passado e minha história, entendesse o porquê de tantas barreiras.

Eu só precisava de alguém que se lembrasse do meu chocolate favorito quando fosse ao supermercado, que achasse graça no meu sono exagerado e nessa minha paixão por comida.

Eu só precisava de alguém que me abraçasse bem forte, como quem diz: “Eu te protejo”. Alguém que fizesse os meus domingos tediosos mais alegres e que tornasse um filme dublado engraçado e divertido. Alguém que me mandasse um verso bonito que leu num livro qualquer.

Alguém que entendesse que não sou esse coração de pedra que dizem e que, ao me conhecer, enxergasse o melhor de mim. 

A verdade é que eu almejava por alguém que entendesse o meu medo de me apaixonar novamente, mas que não tivesse medo de seguir em frente. Alguém que realmente queira ficar. 

Eu queria ter o meu tempo respeitado; na verdade, eu só precisava de alguém que me fizesse arriscar e que me desse coragem para tentar o novo. Na realidade, eu só precisava de alguém que me fizesse entender o porquê de nunca ter dado certo com ninguém antes. 

Logo eu, que achava não precisar de ninguém, depois de tantas dores e de quase desacreditar do amor, entendo a beleza de um amor maduro e sei que Deus escuta todas as minhas orações. Se é plano dEle eu só confio. 

Thamilly Rozendo                                                     @thamillyyrozendo 

Foto: Sorin Sirbu 

COMPARTILHE ESTE ARTIGO: