Home Artigos Utilize as dores das injustiças a seu favor

Utilize as dores das injustiças a seu favor

160
0

Você Está passando por alguma decepção sentimental? 

 

Se sente injustiçado, justamente por fazer aquilo que é correto aos olhos de Deus?

 

Mas saiba que uma mesma dor pode ser prejudicial ou, por incrível que pareça, benéfica para o seu próprio crescimento espiritual e emocional. 

 

Muitas pessoas são até corretas, mas, quando algo as fere, elas reagem de tal maneira que prejudicam a si mesmas.

 

Aí eu pergunto: você sabe utilizar as dores das injustiças em favor do seu próprio crescimento?

 

Ou você usa essas situações contra a sua própria vida?

 

Veja alguns exemplos de como isso pode acontecer:
 

1.    A dor é prejudicial quando a gente deixa de aprender com ela o que seria bom pra nossa vida, mas é útil quando tiramos dela alguma lição e alcançamos a cura pelo Senhor;

 

2.    A dor é prejudicial quando a gente permite que o nosso coração se torne egoísta e o centro das atenções, mas é útil quando ela nos leva a ter uma preocupação maior com os que também sofrem e precisam da nossa ajuda;

 

3.    Em compensação, a dor é prejudicial quando também nos recusamos a receber ajuda, mas é benéfica quando nos permitimos ser amparados por aqueles que estão obedecendo a Deus;

 

4.    A dor é prejudicial quando acusamos Deus de ser injusto e, com isso, influenciamos outras pessoas a rejeitá-lO, mas ela é útil quando nos identificamos com Cristo, que sofreu por nós na cruz;

 

5.    A dor é prejudicial quando nos afastamos de Deus por achar que Ele não está conosco nos momentos mais difíceis, mas ela é útil quando nos torna mais próximos de Deus e nos faz buscar uma intimidade maior com Ele.
 

Como podemos ver, a dores que sofremos podem ser justamente o instrumento que o Senhor quer usar pra dar uma grande guinada em nossa vida.

 

Mas você tem utilizado as dores das injustiças em favor do seu próprio crescimento?

 

"Vocês planejaram o mal contra mim, mas Deus o tor­nou em bem…" (Gen 50:20)

Texto: maco_e_clau
Foto: Scott Broome em Unsplash

 

COMPARTILHE ESTE ARTIGO: