Home Artigos A dependência emocional e a idolatria

A dependência emocional e a idolatria

1149
0

Dependência emocional é um nome relativamente atual para um problema que afeta muitas pessoas há milhares de anos. A dependência é uma forma de se enterrar em vida, aniquilando a sua existência. O amor-próprio, o auto respeito, começam a sair da nossa responsabilidade e atribuímos aos outros o dever de nos conduzir. A pessoa dependente afetiva nunca estará preparada para perder o outro, por não conseguir perceber sua dependência como fruto de sua imaturidade emocional.

 

Nem sempre essa dependência está relacionada à pessoas; em alguns casos pode ser direcionada à objetos, animais, situações de vida, emprego, entre outros. Como Paulo diz em Romanos 1:22-23:

“Eles dizem que são sábios, mas são tolos. Em vez de adorarem ao Deus imortal, adoram ídolos que se parecem com seres humanos, ou com pássaros, ou com animais de quatro patas, ou com animais que se arrastam pelo chão.”

 

Observando o comportamento de um dependente emocional, podemos observar que ele:

• Projeta todas as suas expectativas no outro
• Só se sente feliz perto de quem ama, e se não está perto, se sente infeliz
• Não consegue fazer escolhas e tomar decisões sozinho
• Precisa de elogios constantes para se sentir validado
• Se sente desvalorizado quando não recebe a aprovação do outro
• Não consegue se afastar das pessoas mesmo que lhe causem mal
• Tem medo de rejeição, por isso concorda com todos, tenta ser perfeito e se anular diante dos outros
• Tem medo de ficar sozinho e se sentir vazio
• Precisa da aprovação dos outros para tomar decisões

 

Você conseguiu se reconhecer em alguns desses sinais? Reconheceu alguem próximo a você? Existe também a chamada “co-dependência“, que é a resposta ou o comportamento no qual uma pessoa emprega muito esforço para cuidar do bem-estar do outro. Nesse caso, algumas frases comuns são: “Só eu posso te ajudar”, “Você nunca será feliz sem mim”.

Tanto um quanto outro são pecados fruto da idolatria do nosso eu. São pessoas doentes emocionalmente que buscam fazer apenas a sua própria vontade. Buscam adorar a criação e desfrutar dos benefícios do Criador, mas Deus nos chamou para o oposto: adorar à Ele e desfrutar de sua criação.

Mas como podemos superar a dependência? Primeiro precisamos ter consciência do que causa o problema. Devemos nos empenhar para tomar decisões sozinhos, valorizar nossas habilidades e reconhecer nossas próprias conquistas e nosso valor. Também é importante sermos menos auto-criticos, confiando nas nossas escolhas para manter nossa individualidade.

 

Se você se identificou com algumas dessas características, lembre-se que somente você tem o controle dos seus sentimentos, pensamentos e ações, por isso, não planeje sua vida em torno dos outros, quebrando esse ciclo de dependência. 

 

Até a próxima!

Letícia Philigret 

Instagram: @leticia_philigret

COMPARTILHE ESTE ARTIGO: