Home Artigos Amores passados, abandone-os!

Amores passados, abandone-os!

146
0

Você já teve  síndrome de detetive? Síndrome de detetive é quanto você decide vasculhar todos os detalhes de uma situação que te parece duvidosa, ou de um comportamento de alguém, mesmo que você já tenha entendido que aquela informação, no fim das contas, não vai fazer diferença.

 

É quando se manter informado sobre o ex namorado ou namorada, o crush ou qualquer outra pessoa que te causou dano, se tornou parte da sua rotina.

 

Eu sou a mais velha de dois irmãos, como todo bom irmão mais novo (17), o meu é  o palhaço da casa. As vezes quando invado o seu quarto para procurar algo meu, ele brinca: Cuidado! Vai ficar mexendo muito aí, vai achar o que não quer ver!  Até hoje, só achei roupa suja…

 

Por incrível que pareça, me dei conta de que essa frase dele, pode ser um ótimo conselho para algumas situações que vivemos. “Cuidado! Vai ficar mexendo muito aí, vai achar o que não ver!

Mas descobrir a verdade é ruim? Bom, será que você precisa de todas elas? Isso que  você quer tanto descobrir, vale o seu tempo? O tempo que Deus te deu! Você sabe do que tô falando, são horas “stalkeando”,investigando, confirmando fatos, pensando e falando sobre o assunto. Precisamos saber a hora de parar! A hora de dispensar informações sobre o que, na verdade, não te mais diz respeito e talvez nem faça bem.

 

Quando estamos frustrados com algo, temos a tendência a pensar que a fofoca é justificável, mas nem nos damos conta, de que ficamos presos a algumas situações porque ainda não paramos de render o assunto.

Como a antiga canção diz: “solta o cabo da nau!” ou se preferir, “Let it go”! Está na hora de deixar essa situação ir de uma vez por todas, e mergulhar nas coisas boas de Deus para você.

 

Aqui estão dois  versículos para refletir sobre esse assunto:

 

 Não dê atenção a todas as palavras que o povo diz, caso contrário, poderá ouvir o seu próprio servo falando mal de você; pois em seu coração você sabe que muitas vezes você também falou mal de outros. ” Ec. 7: 21 e 22.

 

“Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensais.” Filipenses 4:4

O amor não é um detetive inquieto, deixe o passado no passado e abra espaço pro novo de Deus pra você!

 

De coração pra coração, 

@allemonteiro

COMPARTILHE ESTE ARTIGO: