Home Artigos O dia que eu decidir PARTIR!

O dia que eu decidir PARTIR!

315
0

Em dezembro de 2019 eu tinha decidido que 2020 que seria o ano da minha emancipação. Estava com 33 anos, solteira, morando na casa dos meus pais, trabalhando no maior laboratório público do país, mas eu já estava há 10 anos com os mesmos resultados e eu queria viver algo novo.

Decidi que ia morar sozinha, que ia ser intencional na busca de um namorado e estava considerando até mudar de cidade. Pesquisei, visitei, fiz vários planos, mas em março a pandemia veio e eu precisei recalcular tudo.

Não foi fácil reprogramar a toda a rota. Eu tinha gerado tanta expectativa nessa mudança, mas precisei ficar trancada em casa com os meus pais 24 horas por dia, ia perder a chance de fazer novas amizades e o trabalho no home office era de 8 da manhã até meia noite.

Quando chegou em junho do ano passado, eu estava exausta, triste e sozinha; mas eu DECIDI que seria o meu último dia dos namorados solteira, então eu comecei a me posicionar.

Retomei a terapia online para lidar com as pressões do isolamento, entrei em vários grupos de whatsapp que se formaram durante a pandemia para me conectar com o maior número de pessoas possíveis, comecei a cuidar mais do meu corpo e planejar uma transição de carreira.

Deus foi me direcionando aos poucos e eu fui intuitivamente tomando muitas decisões importantes até que em agosto tomei coragem de pedir demissão para começar a empreender no que fazia o meu coração queimar, em novembro eu conheci um homem maravilhoso ( eu conto tudo lá no meu IGTV) que hoje é o meu namorado e acabei de pegar as chaves da minha casa, onde eu construirei o meu lar.

Se eu estou feliz? Muito!

Foi fácil? Nem um pouco.

Não podemos desistir na primeira adversidade. Se eu tivesse desistido quando o "meu mundo caiu", eu não estaria vivendo uma a melhor fase da minha vida.

Quero te encorajar a tomar a decisão de só desistir do seu objetivo quando você alcança-lo. Tenho visto a mão de Deus em tudo que eu faço e muitas vezes nos paralisamos esperando Deus se mover, mas aprendi que Ele abençoa decisões de pessoas com um propósito. Tudo coopera!

Não desista! Apenas creia e Ele te surpreenderá!

Um forte abraço, 

Carla Duarte (@carladuarte.rj)

COMPARTILHE ESTE ARTIGO: