Home Artigos Namoro virtual: bênção ou cilada?

Namoro virtual: bênção ou cilada?

263
0

A internet é um meio de comunicação maravilhoso! E não há nada de errado em conhecer alguém interessante nas redes sociais, assim como a gente faz na igreja ou em outro lugar.
Só que, como cristãos, devemos sempre buscar o discernimento do bem e do mal (Hb 5.14)

 

Conhecer alguém virtualmente é só um dos possíveis passos na caminhada para um relacionamento amoroso de verdade. O problema é que, nesse caminho, há armadilhas de que os solteiros precisam escapar, mas nem todos conseguem. 

 

O que me intriga é ver cristãos confundindo as experiências pessoais como se fossem regras universais. É cada absurdo! Uns dizem que, se fulana não estiver na rede social, “vai ficar pra titia”. O extremo também acontece: “Na internet só há pessoas carnais, e o cristão deve ficar longe dela”. 

O solteiro precisa é estar atento à direção do Espírito Santo (Rm 8.14). Deus pode levar alguém a conhecer uma pessoa virtualmente. Em outros casos, a direção dEle talvez seja diferente. Mas, se Ele quer que você conheça alguém, isso pode acontecer até mesmo de maneira inesperada.

Quer situação mais improvável que o curso de inglês? Foi lá que conheci minha esposa, embora ela frequentasse a igreja dela, e eu a minha há tanto tempo. Como somos felizes! Mas também tenho amigos que conheceram seu par virtualmente e hoje têm um casamento abençoado! 

Então, por que Deus direciona uns para se unirem pelas redes, e outros não? Tudo é uma questão de propósito! Alguns precisam, antes de tudo, ter o caráter moldado por Deus; com outros, o processo pode ser diferente. Mas uma coisa os dois tipos de relacionamento têm em comum: Deus une pessoas com propósitos – para que ambos sejam uma bênção, e não uma cilada!

Portanto, se você procura alguém nas redes sociais, lembre-se de que elas apenas possibilitam os primeiros contatos (quando você provavelmente só vai perceber afinidades: a conversa, os interesses, etc.). O risco é você fantasiar e não enxergar a pessoa na sua realidade, com seus defeitos e problemas. Por isso, busque o Espírito Santo para guiá-lo.

No meu próximo artigo, falarei sobre os enganos do coração.
Até lá! 

TEXTO: @marco_e_clau
Colunista do Escolhi Esperar
IMAGEM: freepik / lyashenko

COMPARTILHE ESTE ARTIGO: